Mais 104 famílias em Iacri recebem casas próprias

Mais 104 famílias em Iacri recebem casas próprias

Mais 104 famílias de baixa renda de Iacri conquistaram a casa própria. A entrega foi feita neste domingo, 29/11, pelo governador Geraldo Alckmin, acompanhado do deputado Mauro Bragato. As casas do Conjunto Habitacional Jardim das Acácias, construído pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), possuem três dormitórios, sala, cozinha e banheiro, distribuídos em 52,64 m² de área construída.

“Em municípios com menos de 20 mil habitantes o único programa que atende quem não tem casa é a CDHU. Aqui no município, nós estamos entregando moradia com três dormitórios em todas elas. Temos também casas para os idosos e para as pessoas com deficiência. Já está prevista também a parte hidráulica com aquecedor solar, que vai dar uma boa economia na conta de luz”, disse Alckmin.

A CDHU investiu R$ 8,6 milhões no empreendimento construído em parceria com a prefeitura, que doou o terreno e administrou a obra. As famílias beneficiadas foram selecionadas por meio de sorteio público realizado em setembro deste ano. Com a entrega deste conjunto habitacional, chega a 514 o número de moradias construídas pela CDHU em Iacri.

Os novos mutuários terão prazo de até 25 anos para quitar o financiamento. As prestações serão subsidiadas pelo Governo do Estado e calculadas de acordo com a renda familiar. Quem ganha até três salários mínimos desembolsará 15% dos rendimentos. Em Iacri, 96% das famílias que receberão as chaves dos imóveis estão nessa faixa. O valor da menor prestação é de R$ 118,20.

Os imóveis possuem piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos na cozinha e banheiro, laje e tubulação preparada para receber futuramente sistema de aquecimento solar para água do chuveiro. Na área externa, as unidades têm calçadas de acesso e no passeio público, muros de divisa e de arrimo. A infraestrutura urbana conta com pavimentação, paisagismo, redes de água, esgoto e elétrica, drenagem e iluminação pública.

A CDHU atende famílias com renda entre um e dez salários mínimos, priorizando as que recebem até três. Outros requisitos para participar do programa são: morar ou trabalhar no município há pelo menos três anos, não ser proprietário de imóvel e não ter financiamento habitacional.

Além do governador e do deputado Bragato, presentes também o secretário estadual de Habitação, Rodrigo Garcia, o prefeito de Iacri, Cláudio Andreassa, a vice Marina Pacanaro, ex-prefeitos Carlinhos e Fran, vereadores, prefeitos e lideranças da região.

Depois desse evento o governador Alckmin ainda entregaria as obras de reforma e modernização dos Centros de Saúde de Guaimbê e Getulina.

Fonte: Mauro Bragato

Saída de cacique do PSDB pode abrir mais ainda as portas do Planalto para o Alckmin

ALCKMIN

Notícia pouco divulgada indica que o senador José Serra poderá deixar o PSDB e, por convite do PMDB, poderá se filiar a este.

Para mim não é novidade alguma, pois a muito, Serra não vem se entendendo com o quarteto, FHC, Aécio, Serra e Alckmin e, a afinação que sentimos nas vozes do Quarteto em Cy não é a mesma da cúpula do PSDB.

Serra tem se tornado o patinho feio dentro do partido e, neste caso, pra dar uma roupagem nova ao dito popular, um é pouco, dois é bom três é ótimo, até porque a composição mór do PSDB vem de longa data sendo por três políticos.

A saída de Serra poderá abrir ainda mais as portas do Planalto para o governador Geraldo Alckmin em 2018, não só por sua boa administração como também pelo desgaste do já desgastado Aécio e os problemas do FHC que, cada dia mais surge na mídia, principalmente por suas digamos, aventuras romântico/sexuais.

Já José Serra diz ter potencial para ser presidente, porém há de se verificar que o mesmo já não fez frente ao mega, rival Lula por duas vezes e, consequentemente, seria muito difícil parear com Alckmin e Lula, caso sejam candidatos em 2018.