Papo reto e afiado – 10/02/17

Médicos extrapolam em suas funções e deixam pacientes “a ver navios”

Médico brasileiro que atacava cubanos é preso por só bater ponto Dr. Jetson Luís Franceschi chegava às 7h, estacionava seu BMW junto de uma Unidade Básica de Saúde,batia o ponto e saía para atender em sua clínica particular; no Facebook, atacava o programa do governo que leva médicos a regiões carentes do Brasil, alegando que “não faltam médicos, falta governo!”

Leia a matéria completa clicando aqui >>>

Leia Também:
Mais da metade dos médicos recém-formados é reprovada em exame do Cremesp >>>