Veja o nível dos vereadores que temos em todo o país

Veja o nível dos vereadores que temos em todo o país

jeanVereadores da cidade de Feira de Santana na Bahia repudiaram um projeto do deputado federal Jean Wyllys (PSOL) que iria modificar trechos da Bíblia. Entretanto, o projeto não existe e, na verdade, é um boato da internet.
Pior ainda é que o suposto Projeto, segundo eles, se refere à alteração da Bíblia Sagrada.

O destaque é para o “altruísmo” do vereador Edvaldo Lima, que usou mais de 21 minutos fazendo do plenário um púlpito religioso, quando deveria usar um picadeiro, posto a sua palhaçada.

O deputado Jean Wyllys comentou a ação dos vereadores de Feira na rede social falando que esse foi “um dos maiores vexames já protagonizados pelas bancadas de fundamentalistas religiosos que estão tomando assembleias estaduais e câmaras municipais”. Wyllys disse ainda está envergonhado como baiano pelas manifestações dos vereadores feirenses e eu, como bom soteropolitano, em situações como esta, preferia ser um avestruz, pois como Jean Wyllys estou perplexo com tamanha falta do que fazer destes vereadores os quais deveriam usar o tempo pró benefício da população. Pior ainda é que a quantidade de vereadores que procedem desta maneira ninguém precisa sair de sua cidade para achar um e, por isto mesmo reforço meu pedido aos meus leitores para que analisar mais detidamente em quem destinar seu voto e sua representatividade. Creio, portanto, que é esta é a hora de se aplicar uma injeção de sangue novo na política brasileira.

Vereadores de Dracena “não estão nem aí” para contribuintes e eleitores

Vereadores de Dracena “não estão nem aí” para contribuintes e eleitores
vereadores

Vereadores dracenenses rejeitam ação popular para reduzir salários deles; apenas Kielse Munis foi favorável
“Na noite de segunda-feira, durante a sessão da Câmara, os vereadores votarama redução dos salários – dos atuais R$ 4.473,68 para R$ 1.320,00 que corresponde a 1,5 salário mínimo. A discussão e votação única do Projeto de Resolução N.º 02, de 25 de maio de 2016, foram tratadas em regime de urgência, sem o conhecimento da comunidade de maneira geral, pois não estava na ordem do dia da sessão, divulgada no site do Legislativo municipal, até o último sábado, onde constava apenas um projeto.
A votação deu o mesmo sentido e o mesmo parâmetro para o vereador que estiver ocupando a Presidência da Câmara Municipal (Art. 39, p. 6º da CF, com redação dada pela Emenda Constitucional n.º 19, de 04.06.1998). Dos treze vereadores, apenas Kielse Chiari Munis votou favorável a diminuição dos salários.”
Postado no site do Jorge Zanoni

Leia também:
Amorim Sangue Novo lança pré-candidatura pelo PSDB com promessa de luta por redução dos subsídios >>>
Dracenenses querem redução de salário dos vereadores >>>
Procura-se pessoas íntegras para o cargo de agente político – Paga-se bem >>>
Vereador tenta fazer “gracinha” e “leva pau” de Dracenense >>>

Vereador Kielse Muniz explica, no Facebook, por que votou a favor da redução de subsídios e número de vereadores
kielso

 

Dracenenses querem redução de salário dos vereadores

Dracenenses querem redução de salário dos vereadores
comindra na camafra de dracena

No início da gravação onde cito 1,5% do SM, entenda-se 1,5 SM

Comindra protocolou projetos para redução de salários e vereadores, nesta manhã
“O Conselho Maçônico da Dracena (Comindra) protocolou hoje (25), às 11h, na Câmara Municipal de Dracena, dois projetos de lei (PLs) de iniciativa popular para redução do número e subsídios dos vereadores a partir da próxima legislatura, em 2017.
Nos PLs, o Comindra informa que Dracena possui hoje 34.290 eleitores, sendo necessário para um PL de iniciativa popular, 5% deste eleitorado que corresponde a 1.715 eleitores.
Conforme os documentos, 4.217 eleitores dracenenses subscreveram os projetos de iniciativa popular para redução ao número de vereadores (de 13 para 09), assim como os subsídios, de R$ 4.473,68 (brutos) para R$ 1.320,00 que corresponde a 1,5 salário mínimo.
No mesmo sentido e com o mesmo parâmetro, os projetos incluem a redução no salário do vereador que estiver ocupando a presidência da Câmara Municipal.
O detalhe que chamou a atenção foi a chegada do vereador Pedro Gonçalves Vieira (Pedro Trabuco) que passou de cabeça baixo por entre os presente e não cumprimentou ninguém.
Estiveram presentes ao ato os presidentes das 4 Lojas de Dracena: Patriarca da Independência, 2 de Julho, União Justiça e Amor e Acácia do Oeste, Marcelo Costa dos Santos, Antonio Angelotti Neto, José Laerte Inácio dos Santos e Irani Vazoller (Gaúcho), respectivamente além de Maçõns.”

Postado originalmente no blog do Jorge Zanoni