Café filosófico – 7 pecados capitais – Inveja

Café filosófico – 7 pecados capitais – Inveja

inveja (1)“A inveja dirige todo o nosso olhar para o que o outro tem, o que o outro faz, o que o outro é. com a comparação nos concentramos sempre no outro e não em nós mesmos. por isso, a inveja revela a incapacidade de reconhecer o que falta na gente. e esse sentimento pode atingir um tal grau de intensidade que as consequências podem ser imprevisíveis.

na biblia a inveja foi tratada em parábolas como as de caim e abel e a do filho pródigo; na literatura ela é o tema de grandes tragédias como othelo de sheakspeare. essa espécie de cegueira foi representada na divina comédia de dante aligheri por pessoas com os olhos costurados que caminham pelo segundo terraço da montanha do purgatório.

neste programa da série “7 prazeres capitais – pecados e virtudes hoje”, o historiador leandro karnal nos mostra como a inveja pode ser a porta de entrada para um corajoso mergulho em nós mesmos, para conhecermos quem somos e o que buscamos.”

Café filosófico – 7 pecados capitais – Ira

Café filosófico – 7 pecados capitais – Ira

IRA“Alguns sábios afirmaram que a ira é uma loucura breve; por não se controlar a si mesma, perde a compostura, esquece as suas obrigações, persegue os seus intentos de forma obstinada e ansiosa, recusa os conselhos da razão… incapaz de discernir o que é justo e verdadeiro, semelhante às ruínas que se abatem sobre quem as derruba.” nas reflexões de seneca, filósofo da antiguidade, a ira transforma o ser em fera portanto segundo ele “o melhor remédio para a ira é fazer uma pausa”, “ela desaparece se tiver que esperar”. mas quem nunca se irritou? e quantas vezes jogamos a culpa no outro por nossa ira? estamos sempre dizendo: o outro me deixou com raiva, alguma coisa me irritou…. a culpa é sempre de algo que está fora de nós. mas a ira é algo que brota dentro de nós. neste programa, a ira é o tema da reflexão conduzida pelo padre jesuíta carlos alberto contieri também como uma forma de nos conduzir à esperança.”

Café filosófico – 7 pecados capitais – Preguiça

Café filosófico – 7 pecados capitais – Preguiça

preguica1“Nesta série do café filosófico que fala dos 7 pecados capitais, chegou a hora de entender a preguiça. por que a preguiça é pecado? por que é vergonhosa? se a preguiça ofende a moral ocidental apoiada na produtividade, no fazer, preguiça também é fruto da necessidade humana, de entorpecimento diante da ferida da existência, diante da falta de sentido da vida. o filósofo oswaldo giacóia jr. traz outra visão sobre este hábito mal-visto. e um elogio à preguiça é feito a partir da filosofia de nietzsche. afinal, como disse o escritor albert camus: ”são os ociosos que transformam o mundo porque os outros não têm tempo algum.”