PT/Dracena anuncia sua nova diretoria

O PT – Partido dos Trabalhadores, elegeu sua nova diretoria na cidade de Dracena e, no final da semana passada, liberou para a imprensa.

Célia Brandani, Ulysses Pannes e Gustavo Pivetta, em um dos encontros do partido realizados todos os dias 13 de cada mês

Veja textualmente:

“Gestão 2017/2019

RELEASE 01/2017

Nova Diretoria do PT de Dracena

O Partido dos Trabalhadores (PT) realiza a cada dois anos o processo de eleições diretas (PED) para escolha dos novos dirigentes dos diretórios em nível municipal, estadual e nacional.

Em 09//04/2017 foram às urnas em todo país 290.124 filiados do partido em 3.315 municípios para escolha dos novos dirigentes.

No município de Dracena, devido a questões regimentais do partido que preveem que não pode haver duas reeleições consecutivas de um mesmo presidente, foi formada chapa única em substituição a chapa anterior presidida por Célia Regina Brandani.

A diretoria executiva da chapa vencedora ficou composta da seguinte maneira:

ULYSSES PANES MORENO
Presidente

 GUSTAVO RODRIGUES PIVETA
Vice-Presidente

EVELYN ROSEMBROCK
Secretário Geral

FRANCISCO DE ASSIS GONÇALVES
Tesoureiro

LUIZ GONZAGA DA SILVA MELO
Secretário de Formação Política

Em maio foram eleitos os presidentes estaduais, em São Paulo Luiz Marinho foi eleito com 64% dos votos.

Em junho, no “6º Congresso Nacional do PT – Marisa Leticia Lula da Silva”, foi eleita presidente nacional do Partido a senadora Gleisi Hoffmann com 61% de votos. Sua posse, respeitando todos os prazos de recursos, foi em 05/07/2017.”

Os petistas, os judeus e o nazismo

Os petistas, os judeus e o nazismo

os-petistasEstão claras as tentativas de desestabilização do PT e de seus aliados e seguidores. Sem provas concretas e denúncias sem fundamento tentam manchar a imagem de todos os seus integrantes até para que não haja futuras candidaturas do ex-presidente Lula principalmente em 2018, candidatura esta que, segundo o que vemos, teria o apoio de todo o seu eleitorado e simpatizantes.
É hora de se pensar no bem coletivo da nação e não somente de nossas ideologias e/ou preferências partidárias e pessoais.

PMDB, PSDB, DEM e PDT perdem filiados, enquanto PT cresce

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 11,3% do eleitorado nacional está filiado a alguma legenda politica, o maior índice dos últimos 14 anos; entre 2002 e 2016, o PMDB, embora ainda agregue o maior número de filiados, vem perdendo participação e teve uma queda de 20% para 14,5%; PSDB, DEM e PDT também viram o seu número de filiados encolher significativamente; apesar da pancadaria a que vem sendo submetido nos últimos anos, o PT foi a única dentre as grandes legendas que conseguiu ampliar este índice, de 7,4% para 9,6%

urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

O Brasil alcançou o maior número de eleitores filiados a algum partido político dos últimos 14 anos. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 11,3% do eleitorado nacional está filiado a alguma legenda politica.

Entre 2002 e 2016, o PMDB, apesar de agregar o maior número de filiados, vem perdendo participação e teve uma queda de 20% para 14,5%. Apesar da pancadaria a que vem sendo submetido nos últimos anos, o PT conseguiu ampliar de 7,4% para 9,6% o número de eleitores filiados.

Já o PSDB viu minguar a filiação de eleitores de 9,43% para 8,73% entre 2002 e 2016. O DEM foi o partido que mais encolheu, siando de 9,43% em 2002 para 6,63% neste exercício, enquanto o PDT passou de 8,75% para 7,56%.

Já o PSDB viu minguar a filiação de eleitores de 9,43% para 8,73% entre 2002 e 2016. O DEM foi o partido que mais encolheu, siando de 9,43% em 2002 para 6,63% neste exercício, enquanto o PDT passou de 8,75% para 7,56%.

Desconsiderando PT, PMDB, DEM, PDT e PSDB, os demais partidos soados ampliaram sua participação no conjunto total de filiados de 45% em 2002 para 53% neste ano.

Postado originalmente no Brasil 247