Ministério Público inaugurou nova sede em Dracena

Ministério Público inaugurou nova sede em Dracena

capaNesta quinta (17), foi inaugurada a nova sede do Ministério Público

em Dracena, com a presença do Dr. Márcio Fernando Elias Rosa, procurador geral de justiça.

São representantes naturais do MP na cidade os promotores Antonio Simini Júnior, Rufino Eduardo Galindo Campos e Luiz Henrique Brandão Ferreira.

capa 1O evento contou com a presença do prefeito José Antonio Pedretti e da primeira dama, Dona Guiomar, do presidente da Câmara, Francisco Rossi, diversos vereadores locais e de outras cidades da região, do prefeito de Ouro Verde Henrique Biffe, promotores da cidade de Panorama, Tupi Paulista e Presidente Prudente, de representantes do Exercito, da Polícia Civil e Militar alem de diversas representantes do Poder Judiciário e Civil, da imprensa e moradores, inclusive de outras cidades da região. O deputado Mauro Bragato se fez representar pelo seu assessor Kleber Bragato.

capa 2Falaram na oportunidade o Procurador Geral Márcio Rosa, o Dr. Rufino Galindo e o prefeito Pedretti, sendo que o Dr. Márcio foi homenageado pelos promotores dracenenses com um cartão de prata e recebeu das mãos do prefeito, o Título de Hóspede Oficial do município de Dracena.

O prédio está localizado à Rua Argentina, tendo também acesso pela Rua Fortaleza, ao lado Fórum.

Veja mais fotos no Facebook, clicando aqui >>>

Precisa de atendimento médico e não é atendido? Acione seu prefeito ou a promotoria

Precisa de atendimento médico e não é atendido? Acione seu prefeito ou a promotoria

Consultas-RN-Fila-SUSPor Amorim Sangue Novo
“Quando o direito à saúde não é atendido pelo estado o caminho é buscar o auxílio da Justiça. A Defensoria Pública já instalou núcleos especializados nessa área em vários estados para conseguir encaminhar o grande número de pedidos que recebe diariamente.”
Levando-se em consideração que o poder público que faz o devido atendimento é o Executivo local (prefeitura), o atendimento deve ser feito por esta e, caso não seja feito o atendimento de acordo com o que é regido pelo SUS e Ministério da Saúde, a promotoria local pode ser acionada, assim como o paciente pode e deve protocolar um pedido de impeachment do prefeito por improbidade administrativa.

OBS.: A promotoria pública está à disposição gratuitamente

Leia também:
Hepatite C tem cura >>>

Justiça determina bloqueio nas contas do governo do RS para pagar salários >>>