Temer pode ser investigado, sim

Paulo Henrique Amorim alega que, de acordo com o artigo 86, § 4° da CF, Michel Temer pode ser investigado, ao contrário do que alega o ministro Rodrigo Janot

“Será que o Dr Janot conhece o art. 86, § 4° da CF?

O Conversa Afiada reproduz comentário de Eugênio Aragão, ministro da Justiça da Presidenta Dilma (ela só acertou no fim…)​ a propósito dos que querem tirar o MT da forca (antes da hora):

A concepção de que o Presidente da República não pode ser investigado resulta de uma leitura equivocada da Constituição. O art. 86, § 4° da CF estabelece apenas que ele não pode ser, na vigência do mandato, “responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções”. Isso significa que ele não pode ser acusado apenas. Mas pode ser investigado sim, do mesmo modo que, no direito internacional, se admite a investigação de diplomata com imunidade, para permitir sua posterior persecução no país de origem. A investigação imediata é necessária para assegurar a prova que possa, numa ação penal futura, após o mandato, embasar a acusação. Deixar de investigar é permitir que a prova pereça e esse não é o objetivo do dispositivo constitucional.”

Paulo Henrique Amorim diz que a Globo quer tirar Record e SBT do ar

Quem tem acompanhado todo o processo entre a “briga” da Record, SBT e Rede TV com as TV pagas, com certeza deve ter verificado que, ao não aceitar as propostas da empresa que representa as três emissoras até pelo fato da Record e SBT, serem as mais fortes concorrentes da Globo

“Atualmente há uma briga entre as operadoras de TV paga e a Record, o SBT e a RedeTV!

Parece que o jornalista Paulo Henrique Amorim não vai desistir de atacar a Globo. Agora, o jornalista acusa sua antiga emissora de tentar ‘derrubar’ a Record, o SBT e a RedeTV!.

Na última semana, a Simba empresa que representa a Record, SBT e RedeTV!, reivindica o pagamento pelas operadoras de seus sinais em HD na TV fechada. Porém, sem acordo as emissoras perderam seu sinal.

Por outro lado, as operadoras de TV paga justificam que também estão passando dificuldades financeiras e não poderiam aceitar o pedido das emissoras.

Porém, Paulo Henrique Amorim diz que a situação é diferente e quem estaria mais interessada na não negociação entre as operadoras e as emissoras é a Globo. Para ele, o canal carioca não estaria conseguindo obter lucros com apenas a publicidade dos seus programas.

Segundo o apresentador da Record, para reverter a situação, a Globo funcionaria como uma espécie de banco, recebendo dinheiro dessas empresas, aplicando juros. Dessa forma, a emissora carioca teria como pagar suas despesas, mas faria com que as empresas da TV Fechada não tivessem dinheiro para remunerar a Simba, tendo em vista que a maior audiência entre os canais abertos brasileiros e a maior participação publicitária do mercado é do canal carioca.”

Postado originalmente o Cenário MT – Subtítulo: Amorim Sangue Novo