Nota do PSDB sobre as manifestações contra o governo Dilma Rousseff

PSDBO PSDB se solidariza com os milhares de brasileiros que voltaram às ruas e ocuparam as redes sociais neste domingo para, mais uma vez, legitimamente, manifestar seu repúdio e indignação contra à corrupção sistêmica que envergonha o país e cobrar saídas para o agravamento da crise econômica.

Além da crise ética e moral, o governo do PT impõe à sociedade a pior equação: recessão com inflação alta, juros altos e corte de investimentos nas áreas essenciais da educação e saúde.

Completados 100 dias do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, as famílias brasileiras sofrem agora os efeitos da crise sobre os principais setores produtivos. Empresas em diversos segmentos deram início a cortes ainda mais severos, transformando o que antes eram preocupações com o aumento do desemprego em realidade concreta.

A presidente da República permanece imobilizada e tentando terceirizar responsabilidades intransferíveis. Neste domingo de mobilizações pelo país, o PSDB se une aos milhares de brasileiros que amam o Brasil e que, por isso, dizem não ao governo responsável pelo caminho tortuoso que neste momento todos trilhamos.

Senador Aécio Neves
Presidente Nacional do PSDB

“A inguinoranssa é que “astravanca”o progressio”


PlatãoPoliticaPor Amorim Sangue Novo

A matéria abaixo cita que o Datafolha aponta que 63% apoia abertura de processo de impeachment contra a presidenta Dilma.

Diante desta posição, e as respostas a questionário, fiz uma breve análise cuja falta de conhecimento da causa, demonstra a ignorância política dos entrevistados, conforme poderá ser visto nos frifos em vermelho que coloquei na matéria.

Após análise você poderá dizer que, com certeza os entrevistados foram eleitores da classe sociais menos favorecidas.

Digamos que sim e, caso seja uma realidade demonstra:

1 – Inconsistência da pesquisa, pois várias camadas sociais devem ser consultadas.

2- É justamente as classe menos favorecida que quer a permanência da Dilma na presidência.

Claro que, se realmente reflete a realidade, os eleitores não sabem por que irão às ruas.

Em matéria no Correio do Brasil, Raul Pont, cita que: “Os partidos que se reivindicam a favor dos princípios democráticos devem dar um exemplo concreto de que não são coniventes com nenhuma forma de corrupção. Os fatos e os desdobramentos recentes…” (leia) e eu pergunto: qual o partido está isento de propensa corrupção?

Por tudo isto temos que saber o porquê de irmos às ruas (veja aqui matéria sobre o assunto)

63% apoiam abertura de processo de impeachment, aponta Datafolha

Apoio a processo contra Dilma se baseia em fatos da Lava Jato, diz jornal.
Instituto fez 2.834 entrevistas em 171 municípios, nos dias 10 e 11 de abril.

Do G1, em Brasília
Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (11) indica que 63% dos brasileiros apoiam a abertura de um processo de impeachment contra presidente Dilma Rousseff (PT), quando se consideram as revelações feitas até aqui pela Operação Lava Jato.

A pesquisa também mostra que 64% dos entrevistados não acredita que Dilma será afastada em razão denúncias de corrupção da Lava Jato e que menos da metade dos entrevistados sabe que, caso Dilma saia, quem assume é o vice-presidente e que o vice é Michel Temer (PMDB).

A pesquisa Datafolha foi feita entre os dias 9 e 10 de abril com 2.834 entrevistas em 171 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Veja a seguir os resultados da pesquisa, divulgada pelo site da “Folha de S.Paulo”:

Considerando tudo o que se sabe até o momento a respeito da Operação Lava Jato, o Congresso deveria abrir um processo de impeachment para afastar a presidente Dilma da Presidência?
Sim: 63%
– Não: 33%
– Não sabe: 4%

Caso isso ocorra, assume seu lugar:
– O vice (sem citar o nome): 29%
– Michel Temer: 13%
Aécio Neves: 12%
– Outros: 8%
– Não sabe: 39%

Caso isso ocorra, assume seu lugar (entre quem apoia o impeachment):
– O vice (sem citar o nome): 27%
– Michel Temer: 10%
– Aécio Neves: 15%
– Outros: 8%
Não sabe: 40%

Caso isso ocorra, assume seu lugar (entre quem rechaça o impeachment):
– O vice (sem citar o nome): 33%
– Michel Temer: 19%
– Aécio Neves: 5%
– Outros: 9%
Não sabe: 33%

Sabe quem é o vice-presidente?
– Michel Temer: 36%
– Outros: 1%
Não sabe: 63% (ic)

Opinião sobre os protestos contra o governo Dilma
A favor: 75%
– Contra: 19%
– Indiferente: 5%
– Não sabe: 1%

Acha que Dilma vai ser afastada por causa das denúncias de corrupção na Lava Jato?
Sim: 29%
– Não: 64%
– Não sabe: 7%

Sobre a corrupção na Petrobras, você acha que Dilma:
– Sabia e deixou que ocorresse: 57%
– Sabia, mas não poderia evitá-la: 26%
– Não sabia: 12%
– Não soube responder: 5%

Em quem votaria para presidente caso houvesse novas eleições?
– Aécio (PSDB): 33%
Lula (PT): 29%
– Marina Silva (PSB): 13%
– Joaquim Barbosa: 13%
– Outra resposta: 9%
– Não sabe: 3%

 

Juca Chaves faz convite no Amorim Sangue Novo        

Por Amorim Sangue NovoJUCA-CHAVES-CAricatura-236x300

O ator, cantor, compositor, músico e comediante, Juca Chaves, alvo de meu comentário no site Sem medo da verdade, onde postamos a matéria intitulada Juca Chaves, o Menestrel do Brasil, onde cito que está faltando “o grito” de Juca Chaves no cenário político atual (veja), neste sábado fez comentário em minha página no Facebook (veja abaixo) convocando as pessoas para participarem da manifestação prevista para este domingo (12)

Juca Chaves Convidem seus amigos para curtirem nossa pagina Mercosulistas. Em cima, no canto esquerdo, abaixo da foto da página tem a opção: ( (Convide seus amigos para curtir esta Página ). #VAISERMAIORAbraços nasais para todos!”