Vereadora “pisa firme” e pede médicos para Panorama

Vereadora “pisa firme” e pede médicos para Panorama
Por Amorim Sangue Novo
Luciana ferreiraA vereadora da cidade de Panorama, Luciana Ferreira / PSDB que substituiu seu colega faltante, Alex China, o qual também faltou na 12ª sessão, na 16ª sessão realizada no último dia 29, fez pedido ao prefeito Luis Carlos para que sejam tomadas” providências urgentes quanto à falta de médico no ESF (Equipe Saúde da Família) do Bairro Potiguara.”

Luciana disse que “é sabida a grande dificuldade que é para a administração contratar médico substituto de imediato em casos de afastamento por motivo de saúde ou pessoais, mas é preciso achar uma forma, para que o povo não pague o preço de ficar sem atendimento médico”.

A vereadora fez ainda mais duas indicações, uma “no sentido de solicitar ao setor competente, providências urgentes quanto ao conserto ou a troca do bebedouro de água gelada da Escola Municipal Profª Lurdes Peres Martins” e outra “no sentido de solicitar ao setor competente, que realize reparos na camada asfáltica da Rua Floriano Liboni, no Bairro Porto, uma vez que foi feito o recapeamento há pouco tempo, mas por motivos que eu desconheço já saiu o piche, só ficando a pedra brita solta”.
Confesso que no começo de sua gestão, quando a edil teve fraco desempenho coloquei em xeque o apoio dos lideres do PSDB para a sua eleição, contudo Luciana, aos poucos, tem “corrido atrás” de melhorias para a cidade e benefícios para a população. A mesma dúvida teve uma leitora que, semana passada me confidenciou não “levar fé” na gestão da vereadora, mas que a partir de quando houve tragédia na cidade no dia 10/09, começou a ver Luciana com outros olhos, posto que foi o único político, visto por ela, que estava “colocando a mão na massa” literalmente e ajudando a população.
Na sessão houve ainda uma indicação do vereador Tião Pescador, “no sentido de providenciar a reforma da rampa de acesso ao Rio Paraná, no antigo Porto, haja vista que os turistas e pescadores utilizam a mesma para colocarem suas embarcações na água e com a referida rampa avariada os mesmos ficam sem opção, o que dificulta a vida dos usuários” e outra do Joãozinho Coyote “no sentido de entrar em contato com a empresa de ônibus Expresso Adamantina, solicitando da mesma que os ônibus que chegam na cidade realizem uma parada na Rua Júlio Barata, atrás da Igreja Católica”.
Os grifos são da redação – Foto: Câmara de Panorama
Leia também:
Taca-lhe pau, Luciana >>>

Vereadora Luciana, de Panorama, mais uma vez se expressa mal

Vereadora Luciana, de Panorama, mais uma vez se expressa mal

lucianaPor Amorim Sangue Novo

A vereadora Luciana Ferreira da cidade de Panorama, através de mensagem em sua página no Facebook nesta quinta (08), se dignou a justificar o uso de suas palavras na última sessão da Câmara de Panorama e se tornado um dos alvos da denuncia no site Sem medo da verdade (veja).

Acho que a vereadora tem boa vontade em suas ações, inclusive por ultimamente estar apresentando indicações que vêm de encontro às necessidades da população panoramense, porém Luciana voltou a usar a mesma expressão “as pessoas não são iguais” (veja meu grifo na mensagem).

Acredito que seria interessante que a vereadora, antes de proferir palavras e fazer seus textos, procurar orientação para evitar desgastes desta natureza, inclusive para evitar de deixar seus colegas de partido em situação melindrosa.

De qualquer maneira Luciana se faz digna de todo meu respeito por haver dado esta satisfação à sociedade.

Luciana Ferreira

7 h ·

É papel do vereador como fiscalizador das ações nas questão do atendimento adequado e humanitário dos médicos para com a população do nosso município. Na ultima sessão eu Luciana Ferreira de Souza Vereadora me expressei corretamente mais fui muito mau interpretada. Existem situações individuais em que são graves e, tem que ser atendidas pelo medico com mais humanidade e atenção, as pessoas não são iguais , ou seja deve-se investir mais atenção onde a maior necessidades, quando eu disse que o medico atendo todos de forma igual eu quis dizer que, quando se está doente, a pessoa se fragiliza, fica completamente vulnerável e o médico está lá para acudir essa pessoa. Por isso, os profissionais precisam ter sensibilidade e tempo para ouvir que muitas vezes é preciso fazer mais do que trocar algumas palavra e passar uma receita !!! Eu seu que tem muitos médicos que trabalha com amor em nosso município e a esses profissionais, devemos muita gratidão,a todos os medicos, que trabalha com amor e dedicaçao…”

OBS.: O texto da vereadora não foi editado – Foto: Câmara de Panorama

Luciana no Facebook

Leia também:
Inabilidade e imprudência no uso das palavras pode deixar Panorama sem médicos >>>

Vereadora de Panorama quer incentivar plantio e consumo de hortaliças por parte dos estudantes

Vereadora de Panorama quer incentivar plantio e consumo de hortaliças por parte dos estudantes

luciana e camara panoramaA vereadora da cidade de Panorama, Luciana (PSDB) enviou ao Executivo a indicação abaixo.

A justificativa por si só dispensa quaisquer comentários, mas acho de bom tom a iniciativa da vereadora, até porque é sempre salutar o plantio e colheita por parte do usuário, inclusive por vermos na cidade, quintais e mais quitais com terras nuas, sem plantio algum, e até possa servir de exemplo para a sociedade, alia-se aí o aproveitamento do tempo ocioso, evitando o despendimento destes em envolvimento em algo menos proveitoso e mais produtivo para todos.

Luciana também demonstra preocupação em uma vida mais saudável para a população ao enviar uma outra indicação solicitando a manutenção, reposição e ampliação dos aparelhos da academia ao ar livre situada no balneário da cidade.

“VEREADORA LUCIANA FERREIRA DE SOUZA

INDICAÇÃO: no sentido de sugerir a implantação do Projeto “Cultivando Saúde”, o qual se refere à implantação de horta nas escolas da rede municipal de ensino.

JUSTIFICATIVA:

O objetivo do projeto é que os alunos plantem e colham os alimentos, ampliem o aprendizado do hábito da alimentação saudável. Que a horta inserida no ambiente escolar possa ser um laboratório vivo, que possibilite o desenvolvimento de diversas atividades pedagógicas em educação ambiental e alimentar, unindo teoria e prática de forma contextualizada, promovendo trabalho coletivo, e envolvendo toda comunidade escolar.

A orientação de plantio pode ser acompanhada por profissional da área e a prioridade pode ser por legumes e vegetais mais simples, que tenham facilidade de germinação. Os legumes e vegetais produzidos farão parte do cardápio da escola, contribuindo para uma alimentação saudável, enriquecendo a alimentação dos alunos.

Vale ressaltar que incentivando os alunos a essa prática, possivelmente terão vontade de em seus lares reproduzirem os conhecimentos adquiridos, contribuindo para uma alimentação mais saudável e econômica para sua família.“

Leia também:

Vereadora de Panorama pede documentação ao Executivo >>>