Tasso Jereissati ainda não se curou dos ataques de Aloysio Nunes

Incômodo no ninho abranda, mas não cessa

Tudo passa, menos a raiva de Tasso Jereissati por Aloysio Nunes Ferreira.

Apesar de o clima ter melhorado no PSDB, o presidente da sigla ainda não conseguiu digerir as frases do chanceler atacando a cúpula tucana, que defende o desembarque do governo.

Da redação com Veja

Aloysio Nunes é o novo Ministro das Relações Exteriores

Mantendo a fama de mal humorado, o senador Aloysio Nunes assume o ministério das relações exteriores sob forte pressão da oposição.

Aloysio Nunes em palestra na cidade de Dracena/SP

Leia também:
Senador Aloysio Nunes fez palestra em Dracena >>>
Antes um covarde vivo do que mal acompanhado >>>
“O pior cego é aquele que não quer ver” >>>
Petistas criticam escolha de Aloysio Nunes para o Ministério >>>
‘Sou candidato a vice, não a subpresidente’, diz Aloysio Nunes >>> 

Senador Aloysio Nunes fez Palestra em Dracena

Senador Aloysio Nunes fez Palestra em Dracena

bragato e aloysyio amorim sangue novoO senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), ministrou palestra nesta sexta-feira,4, na Câmara de Dracena,  com o tema, “O atual momento político do país”, evento que reuniu centenas de participantes, entre prefeitos, vices, vereadores, diretores de faculdades e população da cidade e região.

A visita de Aloysio Nunes a Dracena foi organizada pelo deputado Mauro Bragato, o prefeito José Antônio Pedretti e a coordenadoria regional do PSDB, região de Dracena.

O presidente da Associação dos Municípios da Nova Alta Paulista (Amnap), prefeito Hélio Furini, representou os demais gestores municipais presentes.

Bragato salientou que o senador Aloysio, com sua experiência e seriedade é uma referência na política nacional, no Congresso.

O prefeito Pedretti,falou das dificuldades que as Prefeituras passam atualmente, inclusive para o pagamento da folha de  pagamento dos servidores, o que de acordo com ele, é  prioridade número um das administrações municipais de todos os prefeitos do país.

Na palestra, o senador fez uma análise à situação econômica e política no país, afirmando que se instalou uma confusão geral no país, na qual o centro, tem um nome, Dilma Rousseff.

“Por mais que as Prefeituras negociem as dívidas com a Previdência, vão estar em débito, com a contínua queda da arrecadação que atingeestados e municípios”, afirmou, alertando os prefeitos que não vai ter mais condições de manter convênios.

“Não nos iludamos, as chances de convênios são praticamente nulas e a crise atinge especialmente São Paulo, que é um estado industrializado, ondea produção industrial vem caindo e atingindo também o setor de agronegócios”, ponderou,  complementando que a crise está refletindo nas famílias, com o aumento da inflação .

O senador chamou a atenção para o desemprego. “Chegou a 1 milhão no país, neste ano e a tendência é aumentar”. Também criticou o rombo na proposta orçamentária de Dilma enviada ao Congresso, de R$ 30 bilhões. “Além da desvalorização do Real que tem impacto na inflação, não se sabe o déficit das contas públicas brasileiras”, reforçou.

Alertou também para quando começarem a mexer com os fundos de pensão e BNDES. “Vai ficar pior para o PT e partidos coligados”.

Sobre o eventual impeachment da presidente Dilma, o senador acredita que juridicamente, pelo crime de responsabilidade fiscal já há motivos para isso,mas na parte política, é preciso aprovação de dois terços dos deputados federais e isso depende da posição que o  PMDB tomar.

12

Prefeitos de diversos partidos participaram da palestra

Publicado originalmente no site do deputado Bragato

Título e fotos: Amorim Sangue Novo