Em gafe, ministro esquece nome de deputado e precisa de ‘cola’ de líder

Até assumir a liderança do PV no lugar de Sarney Filho, que virou ministro do Meio Ambiente, Gussi era um discreto deputado do baixo clero, pouco notado na Câmara.

Geddel Vieira Lima, o ministro responsável pela articulação política de Michel Temer, cometeu um deslize na coletiva de imprensa desta tarde, ao comentar sobre os cotados para assumir a liderança do governo na Câmara.

Geddel disse que a indicação para o Posto é uma prerrogativa do presidente interino, diferentemente do comando das bancadas, que são eleitos. Ele usou como exemplo os deputados que o acompanharam na coletiva e passou a contar o caso de cada um: “o Jovair Arantes foi eleito líder pelo PTB, o deputado Aguinaldo Ribeiro foi escolhido pelo PP…” Na hora de se referir ao terceiro parlamentar presente, o novo líder do PV, Evandro Gussi, o ministro da Secretaria de Governo não conseguiu se lembrar quem era o parlamentar. Percebendo a gafe, Jovair “soprou” para Geddel o nome de Gussi, desfazendo a situação embaraçosa.

O esquecimento de Geddel se justifica. Até assumir a liderança do PV no lugar de Sarney Filho, que virou ministro do Meio Ambiente, Gussi era um discreto deputado do baixo clero, pouco notado na Câmara.

É bom que Geddel diga ao presidente interino Michel Temer que Gussi é o novo líder do PV. Temer ficou de manter encontros semanais com os líderes partidários. Não precisa cometer a mesma gafe de Geddel.

Postado originalmente no Epoca.Globo