Atualização e conhecimento é importante – Exame de Próstata

Atualização e conhecimento é importante – Exame de Próstata

Male anatomy of human organs in x-ray view

Por Amorim Sangue Novo

Apesar de vermos muitos postos e saúde de diversas cidades anunciando o exame de próstata para pessoas com 40 anos de idade, desde 2013 a “Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) lançou novas diretrizes para a realização do exame de próstata. Entre as recomendações está o aumento da idade para diagnóstico precoce do câncer de próstata: 45 anos para homens com casos da doença na família ou negros e 50 anos para os demais. Antes a recomendação era de, respectivamente, 40 e 45 anos.

“Essa mudança é uma tendência mundial. É baseada nos trabalhos científicos publicados nos últimos anos”, afirma o presidente da SBU, Aguinaldo Nardi. Segundo a entidade, a resolução também deve diminuir o excesso de diagnósticos de tumores pouco agressivos, que leva a tratamentos desnecessários.

O câncer de próstata pode ser diagnosticado por meio de exame físico (toque retal) e laboratorial (dosagem do PSA). Caso sejam constatados aumento da glândula ou PSA alterado, deve ser realizada uma biópsia para averiguar a presença de tumor e se ele é maligno. Em caso positivo, o paciente precisa ser submetido a outros exames laboratoriais para determinar o tamanho do tumor e a presença ou não de metástases.”

Acredito ser importante ser feito o exame, independentemente da idade, porém se há uma recomendação vinda de fontes oficiais, principalmente vinda da SBU, não há como aplicar um teste a pessoas com idade não recomendada.

Creio ainda, ser importante uma atualização constante por parte dos diretores de saúde municipais, evitando assim gastos desnecessários com investimentos, não só financeiro como de mão-de-obra e outros. Claro que a escolha dos profissionais deveria ser com base em seus conhecimentos e não por apadrinhamento.

Vai uma merla aí?

Vai uma merla aí?

Consequencias-da-droga-merlaPor Amorim Sangue Novo

Não sou o tipo de pessoas que gosta de pendurar títulos, certificados e diplomas em paredes e lembro que uma vez, colocando em ordem os diplomas e certificados que tenho, os quais estava fotografando para guardá-los em um site, minha esposa me falou: “por que você não pendura na parede?” ao que respondi que não havia área física suficiente na sala para colocar todos eles.

Ao você ler o acima poderá, a grosso modo, pensar que quero me “aparecer” e até dou razão, pois apesar de não colocar nas paredes gosto de transferir a propriedades destes, para terceiros, pois suponho que, em assim o fazendo estarei transmitindo às pessoas, de forma indireta, o quanto é importante estudarmos e aprendermos sobre tudo o que se coloca à nossa frente e, apesar de estar com 68 anos, dentro desta idade conclui o curso de formação política e atualmente faço o curso de ciências políticas através da USP.

Este longo preâmbulo se faz para justificar que, ainda a semana passada estive lendo sobre alguns policiais da cidade de Dracena, entre eles o meu preclaro delegado Alexandre Luengo e, do também policial Reginaldo Rosa e, aproveito a ocasião para parabenizá-los por haver concluído o curso de Agente de Capacitação de Agentes Multiplicadores na Prevenção ao Uso de Drogas, o qual é ministrado pela Divisão de Prevenção e Educação/Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Dipe/Denarc), o qual é dirigido a policiais; jornalistas; psicólogos, pedagogos e outros.

Eu, que fiz este curso por duas vezes e também estou habilitado oficialmente a transmitir aos interessados, posso assegurar que foi um dos mais profícuos que tive na vida e, posso também assegurar que nunca fiz uso de drogas ilícitas, mas, se houvesse feito ou estivesse fazendo uso, com certeza, após este curso, deixaria quaisquer tipos de droga de lado.

O título acima se refere à merla, que considero uma das piores drogas na atualidade, e não à merda que é fazer uso de drogas, portanto, se você faz ou pensa em fazer uso de drogas, repense.

Saiba o que é a merla e seus efeitos clicando aqui >>>

Veja um vídeo escolar feito por daiasilfers

“Tropa de elite” atenderá na região de Prudente

“Tropa de elite” atenderá na região de Prudente

GRUPO DE RESGATE
Foto digulgação editada por Amorim Sangue Novo

O GRAU (Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências)
Formado por médicos e enfermeiros, o GRAU é um serviço pré-hospitalar que vai funcionar junto com o Corpo de Bombeiros da PMSP e deverá iniciar atividades na região de Presidente Prudente, para quando está prevista a visita do governador Geraldo Alckmin.

Mesmo tendo como base a cidade de Presidente Prudente o GRAU, uma conquista do deputado Mauro Bragato que desde 2013 se empenha para sua vinda, deverá atuar em todos os municípios da região, sendo que a escolha de Prudente para abrigar uma base do GRAU levou em consideração a densidade demográfica da região e o acesso aos suportes de apoio, com o helicóptero Águia, para transporte aéreo de pacientes com quadros gravíssimos e risco iminente de morte. Outro aspecto é o fato de a cidade possuir estrutura hospitalar apta a receber os pacientes em diferentes graus de complexidade, plenamente integradas com as Redes de Urgência do Estado.

”O GRAU é referência nacional e até mesmo internacional em resgate médico e atendimento a desastres. A “tropa de elite” da Secretaria de Estado da Saúde esteve presente em tragédias históricas, como a explosão do Osasco Plaza Shopping (1996), a queda do teto da Igreja Renascer, as quedas das aeronaves da TAM (1996), da Gol (2006) e a dos Mamonas Assassinas (1996), além das enchentes que atingiram Santa Catarina (2008), São Luiz do Paraitinga, no interior paulista (2010) e Alagoas (2010).”