Teria Temer “comprado” o Silvio Santos

“URGENTE: Na noite deste Domingo  (28/01), o golpista Michel Temer participou do programa de Silvio Santos no SBT para repetir as mentiras de sempre sobre a previdência.

A dupla ficou fazendo um bate bola ensaiado sobre a “reforma” da previdência, utilizando um canal de televisão que funciona por concessão pública para tomar partido em favor de uma proposta que ataca a aposentadoria de milhões de brasileiros e brasileiras.

O espaço foi “cedido” ao Temer após o SBT ter veiculado dezenas de peças publicitárias em favor da famigerada “reforma”, tendo ganho  com isso milhões de reais dos cofres públicos. A conversa, como no melhor estilo das ditaduras, não teve qualquer contraponto, nenhuma posição crítica sobre a  “reforma”, numa prática autoritária voltada a enganar e manipular o povo.

A “entrevista” de Temer para o Silvio Santos só falou da reforma da previdência. Nenhuma palavra foi mencionada sobre os vários escândalos que cercam o governo corrupto de Temer. Uma entrevista comprada, um escárnio contra a inteligência do povo brasileiro. Tudo isso utilizando um canal de televisão que deveria respeitar as regras da pluralidade e da democracia a que as concessões públicas estão sujeitas.

A entrevista arranjada terminou com Temer dando uma nota de 50 reais para Silvio Santos, numa alusão cínica ao programa “Topa Tudo Por Dinheiro”. Um gesto revelador da canalhice que representou esta entrevista.

Chega de mentiras!
#ForaTemer
#ForaSilvioSantos
#NãoàReformadaPrevidência”

Texto: Ivan Valente no Facebook – Título e fotomontagem: Amorim Sangue Novo

O calvário do prefeito de Dracena e seus possíveis “inimigos ocultos”

O prefeito Juliano está pagando caro por sua” inocência” administrativa, falta de tato na comunicação com a imprensa e eleitores e, por sua credulidade no que, ou em “quen(s)” não é digno de crédito político, moral e/ou profissional.

Lembra-me da pressão das “forças ocultas” sofrida pelo ex-presidente Jânio Quadros e, na minha visão, diante dos comentários depreciativos nas redes sociais sobre sua gestão, publicações referentes a má qualidade dos serviços na cidade pela maioria da imprensa, não só local como em emissoras de TVs., sua falta de visão administrativa e, para que a cidade não fique exposta ao ridículo, só restam duas saídas para o prefeito:

Destituição e substituição da maioria do seu quadro de comissionados ou a renúncia, sendo a segunda opção a menos honrosa!

Simples assim…

Carta-renúncia de Jânio Quadros

“Fui vencido pela reação e assim deixo o governo. Nestes sete meses cumpri o meu dever. Tenho-o cumprido dia e noite, trabalhando infatigavelmente, sem prevenções, nem rancores. Mas baldaram-se os meus esforços para conduzir esta nação, que pelo caminho de sua verdadeira libertação política e econômica, a única que possibilitaria o progresso efetivo e a justiça social, a que tem direito o seu generoso povo.

“Desejei um Brasil para os brasileiros, afrontando, nesse sonho, a corrupção, a mentira e a covardia que subordinam os interesses gerais aos apetites e às ambições de grupos ou de indivíduos, inclusive do exterior. Sinto-me, porém, esmagado. Forças terríveis levantam-se contra mim e me intrigam ou infamam, até com a desculpa de colaboração.(1)

“Se permanecesse, não manteria a confiança e a tranquilidade, ora quebradas, indispensáveis ao exercício da minha autoridade. Creio mesmo que não manteria a própria paz pública.

“Encerro, assim, com o pensamento voltado para a nossa gente, para os estudantes, para os operários, para a grande família do Brasil, esta página da minha vida e da vida nacional. A mim não falta a coragem da renúncia.

“Saio com um agradecimento e um apelo. O agradecimento é aos companheiros que comigo lutaram e me sustentaram dentro e fora do governo e, de forma especial, às Forças Armadas, cuja conduta exemplar, em todos os instantes, proclamo nesta oportunidade. O apelo é no sentido da ordem, do congraçamento, do respeito e da estima de cada um dos meus patrícios, para todos e de todos para cada um.

“Somente assim seremos dignos deste país e do mundo. Somente assim seremos dignos de nossa herança e da nossa predestinação cristã. Retorno agora ao meu trabalho de advogado e professor. Trabalharemos todos. Há muitas formas de servir nossa pátria.”

Brasília, 25 de agosto de 1961.

Jânio Quadros”
(1) O grifo é de nossa redação