Prefeitos não geram receitas e ficam com “pires da mão”

Prefeitos não geram receitas e ficam com “pires da mão”

prefeito pensando amorimPor Amorim Sangue Novo

É interessante como a grande maioria dos prefeitos fica de braços cruzados, esperando o dinheiro cair do céu e sem procurar gerar receitas para seus municípios.

O problema é que os chefes de executivos preferem ficar de bem com a população e com isto não aumentam taxas e impostos e outros, repassando assim o problema de arrecadação para seus sucessores.

Em 2014 a inflação medida pelo IBGE foi 6, 41, o que, em grande parte da maioria das prefeituras, incidiu sobre a folha de pagamento.

Claro que outros aumentos incidiram sobre diversos outros produtos, portanto aumentando, em valores, as despesas das prefeituras.

Não precisa ser contador pra saber que, se aumentam os valores gastos ou a gastar, há que se ganhar mais para suprir a demanda financeira, coisa esta que deve passar despercebida, por conveniência, incompetência ou ingerência dos chefes do Executivo, com isto eles ficam “correndo” atrás de recursos do estado e da união. Quando estes prefeitos não têm muito envolvimento político com os deputados que têm mais e melhor envolvimento com os governadores, apelam para os vereadores, os quais não têm poder para se dirigirem ao governador; Vereadores estes que às vezes nem percebem que levou um pito do governador, ao citar que estes devem pedir ao prefeito para que este solicite a intermediação de um deputado.

Ainda no mês passado estive lendo em uma página de um vereador no Facebook, que este, até por falta de discernimento, faz uma citação semelhante ao acima, sendo que depois que o prefeito se dirige, como se fosse um esmoler, aos governadores e, se consegue uma verba, batem no peito e diz que foi ele conseguiu. Mentira deslavada que faz com que os menos desavisados acreditem.

É hora de saber dosar seus limites e suas atribuições e, por isto mesmo, a desde 19/04 disponibilizei no site as atribuições de cada cargo político.

Leia também:

Deputado Bragato reforça pedido e governador libera recursos para municípios >>>
Prefeituras paulistas recebem R$ 729 milhões em repasses de ICMS >>>

“Minha boca é um túmbalo”

“Minha boca é um túmbalo”

boca fechada

Por Amorim Sangue Novo

Como diria a comediante Maria Tereza (falecida) o título de aplica ao atual diretor de saúde da cidade de Panorama, Ramires Custódio, o qual, aliás, já sofreu críticas em redes sociais.

Informado, desde finais de abril sobre uma possível mudança no quadro de diretores em Panorama, estive naquela cidade, onde no posto de saúde, estranhamente fui atendido pelo Ramires, o qual se encontrava trancado na sala do então diretor, Israel. Claro que, sem citar o conhecimento de sua possível admissão ao cargo, tentei fazer com que o Ramires fizesse alguma menção ao fato, mas o mesmo, por três vezes, citou não ser funcionário da prefeitura.

Boca fechada é fundamental para todos os funcionários de qualquer área, principalmente na saúde, onde muitos dados pessoais, em relação à saúde das pessoas não podem nem devem ser expostos. A esperança é que o Ramires não se omita em suas informações à mídia e no bom trato para com os munícipes, e nesta segunda (04) o prefeito de Panorama, Luiz Carlos sua admissão ao cargo de diretor de saúde, o prefeito também anunciou a substituição do diretor de obras, com a transferência do diretor de trânsito para aquele setor, resta saber se este, devido o novo cargo que envolve mão de obra de pessoas acostumadas ao comando de pessoas com “braço forte”, irá se adaptar com uma pessoa ligada à área administrativa, até porque este “braço forte”, não foi demonstrado no comando do trânsito, visto que desmandos de condutores é uma constante na cidade, além do trânsito de pedestres e falta de acessibilidade em diversos locais.

Por enquanto o Executivo não anunciou quem terá a pasta do esporte e do trânsito, o que fez com que um comentário em rede social, cite a acumulação de subsídios pelo diretor de obras, o que é totalmente incoerente e ilegal. Minha esperança que nomes de moradores da cidade sejam analisados, posto que nas duas áreas é importante o conhecimento físico da cidade e o potencial dos esportistas locais.

Há quem diga também que esta troca se deu devido cobranças do site, Sem medo da verdade e até, já conhecedor do estudo para anúncio da nova diretoria desde semana passada, para relembrar, coloquei uma matéria ontem, a qual faz aluzão a situação (leia).

De qualquer maneira a sorte está lançada e como isto não é um jogo de cartas, não vou completar a frase do crupier.

Imagem: Facebook – Edição: Amorim Sangue Novo

Leia também:

Troca de diretores em Panorama não repercute bem em rede social >>>

Para que não se coloque a culpa na população

balneario de panorama amorimPara que não se coloque a culpa na população

Ações para que seja combatido o consumo excessivo de água já estão sendo desenvolvidas por diversas prefeituras, porém o Sem medo da verdade tem recebido diversas denuncias de consumo em excesso e diversas cidades.

Ainda em visita a Panorama verifiquei diversos casos deste tipo, principalmente por lavagem de veículos e calçadas.

Lembro que ações também devem ser tomadas também em relação às empresas, principalmente as de lavagem de automóveis e que se verifique periodicamente a amostragem através do hidrômetro, até para que não se coloque a culpa nos consumidores, como está sendo o caso que vemos nas mensagens transmitidas nas mídias pelo governo do estado, o qual, de forma indireta, repassa a responsabilidade aos usuários.

Reveja video de alerta

Reveja a matéria clicando aqui >>>

Leia também:
Vereadores de Dracena votam projeto para prevenir o desperdício de água na cidade >>>