Os políticos analfabetos e o viés da estória

Os políticos analfabetos e o viés da estória

100 reaisPara estudar, direta ou indiretamente,
nós pagamos.

Para o cidadão se candidatar a um cargo político,
nós pagamos.

Para a propaganda eleitoral, que eles mentem ao dizem ser gratuita,
nós pagamos.

Para votar neles,
nós pagamos.

Para a apuração dos votos,
nós pagamos.

Para a diplomação dos eleitos,
nós pagamos.

Os salários/subsídios deles,
nós pagamos.

Pelas “travessuras” deles,
nós pagamos.

A aposentadoria deles,
nós pagamos.

O viés da estória é que eles não pagam nada, pois político pode ser analfabeto visto que para isto basta assinar uma declaração onde conste que ele sabe ler e escrever, e assim…

Nem pra ter escolaridade eles pagam.

 

 

Sobre Amorim Sangue Novo

Amorim Sangue Novo, é jornalista--Mtb/SP 59858, contador-CRC/SP 842.156 e especialista em hardware (Desenvolvedor Microsoft). Foi colunista no jornal interno da Lion/Caterpillar, criou e foi redator chefe do jornal interno da Adubos Vianna e é Ex-Diretor de Trânsito na cidade de Panorama. Diretor na Amorim Informática e Jornalismo. atua como editor dos sites Jornal Digital Panô City -www.panocity.com.br- e Sem medo da verdade -www.semmedodaverdade.com.br- e mantém páginas em diversos outros sites e blogs.
Esta entrada foi publicada em Amorim Sangue Novo, Opinião e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.