Inabilidade e imprudência no uso das palavras pode deixar Panorama sem médicos

Inabilidade e imprudência no uso das palavras pode deixar Panorama sem médicos

 

Camara e PA de Panorama amorim sangue novoPor Amorim Sangue Novo

Após diversas denúncias nas redes sociais e no site Sem medo da verdade (leia), os vereadores de Panorama, desprovidos do uso de boa conduta verbal para de relacionar aos procedimentos dos profissionais da área de saúde da cidade, resolveram discutir entre si o tratamento que os médicos plantonistas do Pronto Atendimento de Panorama dispensam aos pacientes,

De fora ficou o vereador Lincoln o qual não compareceu à sessão, porém o “ataque”  aos profissionais foi totalmente desproporcional, inclusive porque estes não estavam lá para se defenderem e até não condizente, em sua totalidade, com o que ocorre no PA.

Primeiro o Andrezinho citou que há médicos que maltratam pacientes e que não cumprem os horários de trabalho e que, se estes não estiverem satisfeitos que peçam demissão.

Já a Soraya citou que estes não fazem uma avaliação médica dos pacientes e disse ainda que há descaso de uma médica, mas preferiu omitir seu nome.

Suli, como sempre, não soube controlar sua animosidade e disse por várias vezes que, se os médicos quiserem ar condicionado que comprem com seu próprio dinheiro. Citou ainda que, ao cortar um membro (creio que o dedo) se dirigiu ao PA e em um dos bancos do local estava escrito “fura bunda”, (suponho que por ironia por não ter um assento adequado para os pacientes, alguém fez uma ironia em relação ao Executivo), o fato é que ainda segundo o Suli, ao sentar-se o médico fez uma pequena “gozação” quanto ao “fura bunda”. Suli citou ainda por diversas vezes que se os médicos quiserem ar condicionado e cadeira que comprem com o dinheiro deles.

Ainda sem medir as palavras Suli fez diversas outras denúncias, tendo sempre o apoio de outros vereadores, que por diversas vezes citaram que se os médicos não estão satisfeitos que peçam a dispensa do trabalho.

Já o Alex China, na tribuna, se disse magoado e triste porque uma médica citou não haver ar condicionado no novo ESF, citando ainda que a mesma deveria agradecer a ele e ao prefeito pela inauguração dos ESFs, inaugurados na semana passada com 10 meses de atraso, conforme já citei aqui neste mesmo site (veja). Alex falou ainda que os internautas fazem denúncias em redes sociais, mas não elogiam seus feitos, porém o que Alex esqueceu é que o governo municipal apenas administra as obras, o que aliás foi falado pela Soraya a qual citou que os ESFs. foram feitos com recursos do governo federal e que, com isto serão economizados os valores pagos pelos alugueres. Soraya citou ainda que “Se não tem vocação que saiam do trabalho” e pediu ainda que haja respeito e humanização no trato aos pacientes.

Joãozinho Coyote, foi mais além e disse que os médicos atendem como se tivessem atendendo animais e se queixou também de funcionária, ou funcionárias, sem citar nomes.

O presidente da casa Abel Fotógrafo, o qual deu origem a toda a discussão, foi mais comedido e sempre “em cima do muro,”  disse que irá levar o problema ao Prefeito.

A maior “bandeira” veio da vereadora Luciana, que citou que, foi ao posto e que o tratamento não foi o adequado, citando que os médicos não fazem diferença de classe, dispensando o mesmo tratamento aos outros pacientes.
Óra, Luciana, você acha mesmo que tem que haver tratamento diferenciado, seja a vereadores ou a quaisquer outros?
Luciana citou também que as auxiliares fazem o papel de médicos, enquanto estes descansam.

A ”salvação da lavoura” veio nas palavras do Tião Pescador que, sensato, se dirigiu à tribuna e citou que não são todos os médicos que agem desta maneira e que, se eles, os vereadores, e na sala do prefeito tem ar condicionado, por que nos postos não devem ter. Tião citou ainda que isto seria também um benefício para os pacientes, mas mesmo assim foi interrompido por Suli que disse mais uma vez que eles, os médicos, deveriam comprar com se próprio dinheiro, mas Tião “bateu forte” e disse que o ar da Câmara e do gabinete do prefeito foram comprados com o dinheiro do povo.

O que me chamou a atenção também foi o fato que todos os queixosos citaram ter se dirigido ao PA, por ter problemas próprios de saúde ou para levar parentes ou funcionário seu, como foi o caso do Joãozinho, ou seja, só sente a dor em quem sente ela doer, porque enquanto for com o “povão” estes mesmos vereadores não tomariam atitude como esta.

Não discordo que há tratamento nada adequado às necessidades dos pacientes nos PA’s de Panorama e da maioria de outras cidades, mas sugerir que médicos comprem os equipamentos de uso comum com seus próprios recursos e que todos os médicos peçam demissão, é uma temeridade, uma vez que a grande maioria dos médicos não quer trabalhar em cidades pequenas, além da escassez destes profissionais no mercado de trabalho. Por muito menos que isto em uma grande cidade da região os médicos pediram demissão em massa.

Há de se “cobrar” tratamento humanizado, assiduidade e pontualidade sim, porém isto cabe ao gestor maior, no caso o prefeito Luis Carlos, uma vez que estamos diante de uma diretoria de saúde inoperante e, se deste houver descaso ou falta de providências, que se peça seu impeachment por improbidade administrativa.

Cabe ao Legislativo o papel de fiscalizador e não de executor, portanto estes deveriam verificar se o projeto da construção dos ESFs, foi executado corretamente e se nele constava que deveria haver a instalação de aparelhos de ar condicionados e outros equipamentos de uso comum.

Na minha visão não há de se perdoar os vereadores, caso haja uma saída em massa dos médicos, deixando a população ao “Deus dará”.

Não compactuo com procedimentos desta natureza e lembro que o descontrole emocional e o mau uso das palavras por parte dos vereadores podem prejudicar toda uma população e que, não me venham com chorumelas, pois se estes pensam que têm imunidade estão totalmente enganados.

Leia também:

Quanto custa um vereador da cidade de Panorama >>>
A Câmara de Panorama e o conceito do povo sobre os vereadores >>>
Denúncias no site Sem medo da verdade surtem efeito na Câmara de Panorama >>>
Prefeito de Panorama reage a denúncia e inaugura ESFs. >>>

Sobre Amorim Sangue Novo

Amorim Sangue Novo, é jornalista--Mtb/SP 59858, contador-CRC/SP 842.156 e especialista em hardware (Desenvolvedor Microsoft). Foi colunista no jornal interno da Lion/Caterpillar, criou e foi redator chefe do jornal interno da Adubos Vianna e é Ex-Diretor de Trânsito na cidade de Panorama. Diretor na Amorim Informática e Jornalismo. atua como editor dos sites Jornal Digital Panô City -www.panocity.com.br- e Sem medo da verdade -www.semmedodaverdade.com.br- e mantém páginas em diversos outros sites e blogs.
Esta entrada foi publicada em Amorim Sangue Novo, Comportamento, Notícias, Opinião, Política, Saúde e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.