Eu podia estar me candidatando, eu podia estar ganhando, eu podia estar desviando

Eu podia estar me candidatando, eu podia estar ganhando, eu podia estar desviando.

amorim caricaturaPor Amorim Sangue Novo

Sim…

Eu poderia me candidatar a algum cargo político.

Eu, quem sabe, poderia até ganhar.

Eu poderia, depois que estivesse no cargo, simplesmente desviar.

Desviar-me de tudo o que preconizo, como faz a grande maioria dos políticos..
Desviar minha atenção aos eleitores.  
Desviar-me de minhas responsabilidades do cargo.  
Desviar-me do trabalho.  
Desviar-me do empenho às responsabilidades do cargo assumido. Desviar-me da situação de “pobreza” financeira, mas aí eu estaria desviando-me de minha riqueza em honestidade, moral, ética e da vergonha, que é a única herança que meu pai me deixou..

Mas não, minha personalidade não permite que me envolva, como a maioria deles, em falcatruas, em desvios de verbas e principalmente de minha personalidade.

Por isto, se eu encontrar a entidade que “fale a minha língua” e compactue com os meus pensamentos, idéias e ideais…

Por enquanto vou ficando por aqui e, segundo alguns, fazendo papel de bobo.

Sobre Amorim Sangue Novo

Amorim Sangue Novo, é jornalista--Mtb/SP 59858, contador-CRC/SP 842.156 e especialista em hardware (Desenvolvedor Microsoft). Foi colunista no jornal interno da Lion/Caterpillar, criou e foi redator chefe do jornal interno da Adubos Vianna e é Ex-Diretor de Trânsito na cidade de Panorama. Diretor na Amorim Informática e Jornalismo. atua como editor dos sites Jornal Digital Panô City -www.panocity.com.br- e Sem medo da verdade -www.semmedodaverdade.com.br- e mantém páginas em diversos outros sites e blogs.
Esta entrada foi publicada em Amorim Sangue Novo, Comportamento, Opinião, Política e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.