É como se bandidos julgassem bandidos

É como se bandidos julgassem bandidos

julgamento amorim sangue novoMeu questionamento não é sobre quem ou o porquê do julgamento do impeachment. O que eu questiono é quem julgou e quem deverá julgar, uma vez que a grande maioria dos deputados que fizeram o julgamento estão envolvidos em atos de corrupção e outros delitos.
Já no julgamento no senado, nesta quarta (11), teremos uma grandessíssima maioria de corruptos, corruptores e outros “criminosos” tomando uma decisão tão importante em nome do povo.

É como bandidos travestidos de cidadãos honestos e investidos de poder legal, tenham poderes para decidir o destino da nação.