Doria: “Quem não gostaria de ser presidente do Brasil?”

O tucano afirma que, sem aprovar a reforma da Previdência, não será possível aplicar a regra constitucional que limita o crescimento dos gastos públicos. Doria diz ser “claramente contra” a regra atual de reajuste real do salário mínimo, que vale até 2019. “Ela estabelece um engessamento.”

Leia entrevista ao jornalista Kennedy Alencar clicando aqui >>>

Leia também:
Doria tem dívida de R$ 90 mil de IPTU de mansão nos Jardins; Prefeitura diz que boleto será pago >>>