Doria injetou R$ 5 milhões em empresa que será privatizada

Prefeito alega que empresa pararia se não fosse capitalizada

Mesmo com o projeto de privatização da São Paulo Turismo (antigo Anhembi) já em andamento, o prefeito João Doria está capitalizando a empresa.

Em decreto publicado no último dia 28 no Diário Oficial, ele remanejou R$ 5 milhões de reais para o órgão. O dinheiro havia sido reservado para a construção da futura Fábrica do Samba, no Sambódromo.

Não é a primeira vez, aliás, que Doria põe dinheiro na empresa. Em abril, foram R$ 4,9 milhões, e em maio, outros R$ 2,7 milhões.

Procurada, a Secretaria de Fazenda afirma que o crédito suplementar foi necessário “para garantir que a empresa continue a executar suas atividades e honrando seus compromissos com a sociedade, seus funcionários e credores”.

Disse ainda que a SP Turis “passa por dificuldades e perdeu boa parte de seus contratos tradicionais para a concorrência…”.

E que a prefeitura vem tomando medidas de austeridade, mas que ainda não foi possível restabelecer o equilíbrio financeiro.

Postado originalmente no Veja

Leia também:
Pacote de privatizações e concessões de Doria pode ter primeiro leilão neste ano com venda do Anhembi  >>>