Como o Temer consegue tantos “investigados” para compor seu governo?

“Na Câmara dos Deputados, metade da bancada eleita recebeu doações da empresas sob investigação”

Matéria no Panorama Político (leia), cita Lelo Coimbra é o novo líder do governo mas uma matéria no Século Diária afirma:
“Na Câmara dos Deputados, metade da bancada eleita recebeu doações da empresas sob investigação: Lelo Coimbra (PMDB) puxa a fila com uma arrecadação de R$ 204,26 mil, todas oriundos da OAS; Carlos Mannato (SD) recebeu R$ 150,36 mil da UTC (R$ 149,49 mil) e OAS (R$ 393,26); Marcus Vicente (PP), R$ 50 mil (Galvão); Givaldo Vieira (PT), R$ 30 mil (Queiroz Galvão); e Max Filho (PSDB), com uma doação módica de R$ 393,26 da OAS.

Leia a matéria completa clicando aqui >>>

Leia também:
Deputado federal Lelo Coimbra é escrachado no Espírito Santo >>>

Sobre Amorim Sangue Novo

Amorim Sangue Novo, é jornalista--Mtb/SP 59858, contador-CRC/SP 842.156 e especialista em hardware (Desenvolvedor Microsoft). Foi colunista no jornal interno da Lion/Caterpillar, criou e foi redator chefe do jornal interno da Adubos Vianna e é Ex-Diretor de Trânsito na cidade de Panorama. Diretor na Amorim Informática e Jornalismo. atua como editor dos sites Jornal Digital Panô City -www.panocity.com.br- e Sem medo da verdade -www.semmedodaverdade.com.br- e mantém páginas em diversos outros sites e blogs.
Esta entrada foi publicada em Amorim Sangue Novo, Notícias, Opinião, Política e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.