A reputação “ilibada” de Alexandre de Moraes

Links redirecionam para publicações levam a publicações sobre a reputação “ilibada” de Alexandre de Moraes.

Lembro que todos eles se referem a requisitos indispensáveis para a escolha de um ministro do STF (art. 101 caput CF/88), algumas informações:

– Moraes é processado por ter acusado PM de assassinato (http://glo.bo/2lg9neO)

– Alexandre de Moraes negou pedido de ajuda de Roraima para envio da Força Nacional (http://glo.bo/2jcinzW)

– Moraes monta tática para esconder estatística de homicídios da Grande SP (http://bit.ly/2kiTTZ0)

– Alexandre de Moraes acumulou patrimônio milionário no serviço público (http://bzfd.it/2kdum0S)

– TJ condena cooperativa que teve Alexandre de Moraes como advogado por se apropriar de dinheiro de perueiro quando ele era secretário (http://bit.ly/2dD8skH)

– Alexandre de Moraes recebeu R$ 4 milhões de empresa alvo da Acrônimo (http://bit.ly/2kdKW0M)

– Alexandre de Moraes é acusado de coagir procurador (http://bit.ly/2lgbCyK)

– Alexandre de Moraes provoca demissão coletiva de conselho especializado em presídios (http://bit.ly/2lfwqWg)

– Juristas pedem exoneração de Alexandre de Moraes (http://bit.ly/2jksIxB)

– Segundo TJ-SP, novo Ministro da Justiça ainda advoga; Moraes se diz licenciado (http://bit.ly/2lg45jo)

Leia também:
Jurista “detona” Alexandre de Moraes >>>