A crise do Brasil é de personalidade, de moral, de ética e de honestidade

A crise do Brasil é de personalidade, de moral, de ética e de honestidade

imagemPor Amorim Sangue Novo

Primeiro foi o presidente da Cunha que voltou atrás e disse que “pedalada não justifica impeachment”.

Agora o FHC diz que “mudar a pessoa não resolve a legitimidade” se referindo à um possível impeachment da presidenta Dilma.

Tudo isto após o acórdão (veja) do eu não te encho o saco você não enche o meu, eu não te persigo você me deixa livre pra continuar.

Aí eu pergunto: estão nos fazendo de otários, como citei no comentário indicado ou não?

Sobre Amorim Sangue Novo

Amorim Sangue Novo, é jornalista–Mtb/SP 59858, contador-CRC/SP 842.156 e especialista em hardware (Desenvolvedor Microsoft). Foi colunista no jornal interno da Lion/Caterpillar, criou e foi redator chefe do jornal interno da Adubos Vianna e é Ex-Diretor de Trânsito na cidade de Panorama. Diretor na Amorim Informática e Jornalismo. atua como editor dos sites Jornal Digital Panô City -www.panocity.com.br- e Sem medo da verdade -www.semmedodaverdade.com.br- e mantém páginas em diversos outros sites e blogs.

Esta entrada foi publicada em Amorim Sangue Novo, Opinião, Política e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.