Licença-maternidade em caso de parto prematuro pode sofrer alteração

Evandro Gussi participa da discussão sobre sobre a licença-maternidade em caso de parto prematuro

Imagem ilustrativa

Comissão Especial destinada a proferir parecer à Proposta de Emenda à Constituição nº 181-A, de 2015, do Senado Federal, que “altera o inciso XVIII do art. 7º da Constituição Federal para dispor sobre a licença-maternidade em caso de parto prematuro”, e apensada – Reunião Deliberativa
Discussão e Votação do Parecer do Relator, Dep. Jorge Tadeu Mudalen.

Sempre selecione o orador anterior e o posterior ao trecho desejado.
O intervalo selecionado não deve ultrapassar 3 horas .

  Horário Oradores Qualificação Anotação
15:23:46 Evandro Gussi Deputado
15:24:15 Flavinho Deputado
15:24:20 Evandro Gussi Deputado
15:25:16 Jorge Tadeu Mudalen Deputado
15:25:26 Evandro Gussi Deputado
15:26:41 Jean Wyllys Deputado
15:26:45 Evandro Gussi Deputado
15:26:48 Jean Wyllys Deputado
15:26:51 Evandro Gussi Deputado
15:26:56 Jean Wyllys Deputado
15:27:00 Evandro Gussi Deputado
15:27:19 Jean Wyllys Deputado
15:27:22 Evandro Gussi Deputado
15:27:30 Jean Wyllys Deputado
15:27:35 Evandro Gussi Deputado
15:27:39 Jean Wyllys Deputado
15:27:48 Evandro Gussi Deputado
15:28:11 Jorge Tadeu Mudalen Deputado
15:28:13 Evandro Gussi Deputado
 15:28:40 -FIM DA SESSÃO-

Caso o áudio pesquisado não esteja disponível, solicitar a sua disponibilização pelo e-mail spaa.detec@camara.gov.br.

retorna à página anterior

 

Moro diz ser imparcial e demonstra fraqueza diante do Lula

Segundo a matéria abaixo, o juiz Sérgio Moro, foi claro ao citar que Lula poderia dizer aos seus oito netos que ele, Moro, é imparcial, contudo demonstrou sua fraqueza ao encerrar o depoimento de forma tempestiva.

Moro também admitiu que a culpa de Lula é por convicção, conseqüentemente assumiu que não há provas contra o ex-presidente

“Lula bate-boca e Moro encerra abruptamente o depoimento

‘A minha convicção é que o senhor foi culpado’

depoimento de duas horas de Lula ao juiz Sergio Moro terminou em discussão entre os dois. Lula acusou o magistrado de agir com parcialidade, e de ser refém da imprensa nacional.

“Não posso deixar de dizer que esses processos contra mim virassem vocês reféns da imprensa”, disparou Lula em suas considerações finais.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin, diz que Moro, inclusive, cita reportagens jornalísticas.

“Vou chegar em casa amanhã almoçar com 8 netos e uma bisneta de 6 meses. Posso olhar na cara dos meus filhos e dizer que vim a Curitiba prestar depoimento a um juiz imparcial?”, diz Lula.

Moro responde irritado.

“Não cabe ao senhor perguntar isso a mim. Mas de todo modo sim”, disse.

“Não foi o procedimento na outra ação”, rebateu Lula.

“Eu não vou discutir a outra ação com o senhor. A minha convicção é que o senhor foi culpado. Se fossemos discutir aqui, não seria bom para o senhor”, disse Moro.

Lula então, diz que tem que discutir sim. “Vou esperar que a justiça continue a fazer justiça nesse país”.

Moro interrompe, e encerra a gravação.”

Título e subtítulo de nossa redação. Matéria, vídeo e foto: Veja

Deputado Izaque Silva lança boletim informativo em homenagem a Presidente Prudente

O deputado federal Izaque Silva/PSDB, da região prudentina lançou nesta quarta (13) o Boletim Informativo no qual faz homenagem à cidade de Presidente Prudente que aniversaria nesta quinta (14)

 

Leia também:
Deputado Izaque Silva lança Boletim Informativo sobre sua atuação >>>