Emoções aumentam em dez vezes os riscos de acidentes

Emoções aumentam em dez vezes os riscos de acidentes

transitoDistrações, como usar o telefone ou o painel de entretenimento do veículo, mais que dobram as chances de colisões, mas dirigir com estado emocional visivelmente alterado aumenta os riscos em quase dez vezes

A dificuldade de lidar com as pressões da vida, aliada a outros fatores, como a personalidade e a própria educação do indivíduo, pode comprometer diretamente o ato de dirigir. Segundo estudo inédito realizado por pesquisadores do Instituto de Transportes da Virginia Tech, nos Estados Unidos, dirigir com estado emocional visivelmente alterado aumenta os riscos de acidentes em quase dez vezes.

O estudo foi publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences. Os dados utilizados foram compilados do Programa de Direção Naturalista, que equipou veículos de mais de 3,5 mil voluntários com radares, câmeras e sensores. Dessa forma, os pesquisadores têm acesso a informações detalhadas sobre a dinâmica dos acidentes. Ao todo, o programa registrou cerca de 1,6 mil acidentes, mas neste relatório foram considerados os 905 de maior severidade, que deixaram feridos ou causaram danos à propriedade. Fatores relacionados ao motorista, que incluem fadiga, erro, alterações emocionais e distração, estavam presentes em quase 90% das colisões analisadas.

“Nós sabemos que o comportamento do condutor afeta diretamente na segurança, mas esse estudo mais que comprova que no trânsito, atitudes refletidas e bem pensadas podem fazer a diferença em momentos de tensão ou em situações críticas”, analisa Eliane Pietsak, especialista em trânsito.

O estudo também mostrou que fatores que se pensavam aumentar os riscos de acidentes, como aplicar maquiagem ou trafegar próximo ao veículo da frente, tiveram baixa prevalência, o que significa que eles tiveram presença mínima ou não estiveram presentes nos acidentes analisados. Fatores como interagir com crianças no banco traseiro têm um efeito protetor, abaixando o valor do risco.

Ler e doar não dói

Ler e doar não dói

livros“Vem aí mais uma Feira do Livro PERCA UM LIVRO DRACENA

Quando?
Sábado, dia 26/03

Onde?
Praça Arthur Pagnozzi

Que horas?
Das 9 às 11:30 horas da manhã!

Como funciona?
Recebemos livros de doação e passamos DE GRAÇA para quem quiser ler!

Precisa devolver?
Não! Mas depois que ler, pedimos para que passe para outra pessoa, afinal, livro parado não faz bem a ninguém!

Não percam!
Chamem seus amigos”

Extraído da página do Perca um Livro no Facebook

Postagem no Facebook menciona e agradece empenho da assessoria do deputado Bragato

Postagem no Facebook menciona e agradece empenho da assessoria do deputado Bragato

equipe
Na foto no Facebook de Francisco Torturello, assessores e amigos do deputado Bragato

Após verificar postagem na página Tupi Democrático a aproximadamente deis dias atrás o Sem medo da verdade entrou em contato com a assessoria do deputado Mauro Bragato a qual, sempre empenhada em prestar informações, se comunicou com os canais competentes e, dois dias após já obtivemos a resposta.

Quero deixar de pronto meus agradecimentos a todos os assessores e também ao deputado, os quais estão sempre dispostos a nos ajudar.
Agradeço também ao Adriano Fabbro, administrador da página, o qual não poupou elogios ao Sem medo da verdade e coloco-me à disposição para, no possível, deixar os leitores cada dia mais bem informados.

“NÃO DEIXE A POLITICA ACABAR COM O SONHO DA CASA PROPRIA.

No ano de 2013 nossa cidade foi contemplada com uma verba de R$ 13.000.000,00 (treze milhões de reais) para construção de 180 casas populares, e R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil) para a construção da praça do Jardim Gracianópolis, já com inicio para 2014.

Agora no ano de 2016 não se falou mais nada, tudo parado, resolvi buscar e colher informações, tive a ajuda e gostaria de agradecer imensamente meu amigo Amorim do site www.semmedodaverdade.com.br, pois seu empenho foi primordial para as respostas que tivemos, atraves de seus contatos com a assessoria do Deputado Mauro Bragato tivemos a resposta do Diretor Regional da CDHU, Mauro Villanova)

Voltando para relembrar o ano de 2013 tivemos uma acalorada discussão na Câmara dos Vereadores, pois a proposta era vender uma área na cidade de Panorama (Pedreira) que pertence a Prefeitura de Tupi Paulista para comprar uma área aqui em nosso município para construção das casas populares, a venda da Pedreira causou a divisão de opiniões e resultou a não venda da predeira, e assim se arquivou este assunto.

Apos a nossa publicação chegou ao conhecimento das autoridades e recebemos a seguinte resposta:
((- Resposta do Diretor Regional CDHU, Mauro Villanova . A liberação continua ativa. O município deve apresentar a área para a CDHU vistoriar. Mauro Villanova))

Com isso tivemos a certeza que a verba de mais de Treze Milhões ainda esta disponível (ativa) e para que possamos receber precisamos apresentar a area (terreno) e dados tecnicos, e precisamos dos políticos para que a mesma chegue a sua faze de inicio para as obras, pois a não venda da Pedreira se colocou a verdadeira PEDRA sobre o assunto, NÃO BASTA FALAR QUE CONQUISTOU e sim procurar alternativas, temos outras áreas dentro do município que poderia ser colocada a venda e assim comprar uma área única para a construção das casas, hoje ouvimos que a câmara devolveu quase Meio Milhão para a Prefeitura, sera que este dinheiro não poderia voltar para população ou seja na ajuda da compra desta área?

Senhor Prefeito, Vice Prefeito, Vereadores e ate mesmo os Pre Candidatos a Prefeito, estamos falando de conquista para nossa cidade, são 180 casas populares investimento de Treze Milhões, vamos fazer o possível e o impossível para tornar realidade o sonho da casa própria a mais de uma centena de famílias de Tupi Paulista.

Observe que a verba destinada pelo Deputado ainda esta ativa, só depende de vocês agora!!!!”