Qual o mel que tem na política de Panorama?

Qual o mel que tem na política de Panorama?

abelhas na politica de panorama amorim sangue novoPor Amorim Sangue Novo

Dias destes estava passeando pelo sítio do TSE e uma coincidência me chamou a atenção.

Em 2012 as cidades de Dracena e Panorama tiveram o mesmo número de candidatos a vereadores, ou seja, 114 candidatos. Já os candidatos a prefeito foram cinco em Panorama e dois em Dracena.

Até aí tudo bem, mas vejam as disparidades dos números:

Dracena tem uma população três vezes superior a Panorama (45 mil contra 15 mil habitantes –números arredondados-)

Em Dracena as vagas para vereadores eram treze, enquanto Panorama eram nove, ou seja: Entre 395 moradores de Dracena um deles se candidatou para vereador, já em Panorama de cada 131 moradores um se candidatou.

Para o cargo de prefeito, em Dracena, teve um candidato para cada 22.500 moradores e em Panorama um candidato para cada 3.000 moradores

Vejam também que em Dracena o subsídio dos vereadores é bem mais atraente que o de Panorama, atualmente Dracena remunera cada um deles em 2,5 vezes mais que Panorama, já o salário do prefeito em Dracena é inferior que o de Panorama, apesar de que, como citai anteriormente a cidade tem 30 mil habitantes a mais -fato estranho-.

Ainda analisando cheguei à conclusão que deve haver algum mel que atrai os candidatos aos cargos do Executivo e do Legislativo de Panorama, porém muitos deles não passaram de ano e sequer ficaram para recuperação, porque o TSE não aprovou a candidatura de dois candidatos de Dracena, já em Panorama, os indeferidos foram 10 candidatos, sendo que um deles já foi prefeito na cidade. (o que o TSE tem contra os deis de Panorama? (ic)).

Foram dois casos de renúncia em Dracena e nenhum caso em Panorama

Para 2016 já se prevê dezesseis candidatos, só entre os servidores das áreas da saúde e de transportes, segundo informações de terceiros e comparação com os candidatos da eleição anterior.

Levando em consideração que muitos servidores públicos de Panorama se candidatam apenas para ficarem em casa durante três meses, sem desconto nos vencimento, já prevejo mais de 45 servidores e mais três comissionados se candidatando, há também os possíveis candidatos de entidades sociais ligadas à prefeitura, ao menos três deles já estão em minha lista.
Já há pessoas brigando/reclamando com outras que se declararam candidatos, por este ter aderido a determinados partidos e outros implorando para que algum possível candidato que possa, segundo eles, ser bem votado, para que corram ou voltem para os seus braços. (eu hein?).

Tenho até informações que um candidato da eleição de 2012 batendo nas portas de moradores e falando mal de alguém que eles acham que possa se candidatar a vereador, uma vez que este tem bom potencial ante os moradores e tudo para ser eleito. (ta ligado?)

Como se vê, algum mel tem na política de Panorama ou este “osso” deve ter muito tutano.

Leia também:
Quanto custa um vereador em Panorama >>>
A Câmara de Panorama e o conceito do povo sobre os vereadores >>>

“Tropa de elite” atenderá na região de Prudente

“Tropa de elite” atenderá na região de Prudente

GRUPO DE RESGATE
Foto digulgação editada por Amorim Sangue Novo

O GRAU (Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências)
Formado por médicos e enfermeiros, o GRAU é um serviço pré-hospitalar que vai funcionar junto com o Corpo de Bombeiros da PMSP e deverá iniciar atividades na região de Presidente Prudente, para quando está prevista a visita do governador Geraldo Alckmin.

Mesmo tendo como base a cidade de Presidente Prudente o GRAU, uma conquista do deputado Mauro Bragato que desde 2013 se empenha para sua vinda, deverá atuar em todos os municípios da região, sendo que a escolha de Prudente para abrigar uma base do GRAU levou em consideração a densidade demográfica da região e o acesso aos suportes de apoio, com o helicóptero Águia, para transporte aéreo de pacientes com quadros gravíssimos e risco iminente de morte. Outro aspecto é o fato de a cidade possuir estrutura hospitalar apta a receber os pacientes em diferentes graus de complexidade, plenamente integradas com as Redes de Urgência do Estado.

”O GRAU é referência nacional e até mesmo internacional em resgate médico e atendimento a desastres. A “tropa de elite” da Secretaria de Estado da Saúde esteve presente em tragédias históricas, como a explosão do Osasco Plaza Shopping (1996), a queda do teto da Igreja Renascer, as quedas das aeronaves da TAM (1996), da Gol (2006) e a dos Mamonas Assassinas (1996), além das enchentes que atingiram Santa Catarina (2008), São Luiz do Paraitinga, no interior paulista (2010) e Alagoas (2010).”

“O senhor vai e a pílula fica”: uma carta aberta a Eduardo Cunha

“O senhor vai e a pílula fica”: uma carta aberta a Eduardo Cunha

eduardo cunha
Que a pílula fique e ele vá

Por Nathali Macedo no DCM

“Senhor Deputado,

Ainda o chamo de deputado graças à ineficiência seletiva da justiça brasileira, que não tratou até aqui de colocá-lo no único lugar digno de sua tão nobre presença: a cadeia.

Como tem passado? Tem dormido bem à noite depois de assistir aos noticiários? Espero que esteja desfrutando do sono dos justos. E espero, também, que pause um pouco o seu milionário jogo de tênis na companhia de sua bela esposa para ler esse recado singelo.

Nós sabemos que a sua absurda tentativa de criminalização da pílula do dia seguinte é mais uma ardilosa manobra política para desviar o foco dos recentes escândalos nos quais o senhor está envolvido e que foram noticiados na mídia recentemente. Esta patética tentativa mancha ainda mais o seu filme, que já não é dos melhores. Se o objetivo era desviar o foco, seria mais útil ter vazado um nude na internet.

Não apenas o seu projeto, mas o senhor, em pessoa, representa a completa involução da sociedade brasileira.

Temos vergonha da sua atuação, das suas contas na Suíça e deste projeto que, além de proibir a venda da pílula do dia seguinte, criminaliza a ajuda a mulheres que pretendem abortar fetos frutos de estupro e exige a realização de exame de corpo de delito para comprovar abusos sexuais.

Envergonhamo-nos porque, enquanto a discussão pela criminalização do abordo permanece travada, projetos como este são votados e aprovados na Câmara. Numa patética tentativa de defesa a tão absurda proposta, o senhor declarou: “O projeto quer tratar é da liberdade de consciência. A consciência é inviolável. Não posso obrigar uma pessoa a ser coagida em relação a suas crenças.”

Curiosamente, e deputado não demonstrou tamanha preocupação com a liberdade de consciência quando suas contas milionárias na Suíça foram descobertas. A consciência da justiça brasileira também não parece doer quando se mantém um político tão sujo na Câmara dos Deputados. O senhor só fala em liberdade de consciência para podar – ainda mais, como se fosse possível – a liberdade das mulheres sobre seus corpos.

Deputado, sua consciência, caso fosse minimamente escrupulosa, deveria avisar-lhe que nenhuma mulher precisa ser exposta a um exame de corpo de delito para que aborte um feto fruto de violência sexual. Que ninguém precisa gerar um filho indesejado se, por um infortúnio, outros métodos contraceptivos não funcionarem. Que todas as mulheres têm total liberdade sobre seus corpos e suas escolhas. Sua consciência deveria, aliás, lhe mostrar que o Brasil não precisa de gente como o senhor.

A pílula do dia seguinte é um pedaço ínfimo daquilo que nós realmente desejamos e temos por direito: a incondicional e inviolável liberdade sobre o nosso corpo. Então, é bom que o senhor saiba que a luta pela descriminalização do aborto – e pelo “abortamento” de políticos como o senhor – continua e nem a PL 5069 nem deputados corruptos e hipócritas passarão – não sem que lutemos com todas as armas que podemos alcançar, inclusive indo às ruas.

A postura contra propostas como estas continua combativa, mas não se anime: isso não vai nos fazer desviar o foco dos seus escândalos.

Que o senhor vá e a pílula fique.

Em tempo: o senhor tem contas na Suíça?”